Make your own free website on Tripod.com

Heart
Home obesidade Heart stress Food cabelos conselhos

                                                                                 The Heart: An Online Exploration      

O coração é formado por um músculo, o miocárdio, coberto por uma, membrana dupla, o pericárdio. Ligamentos conectam a camada exterior do pericárdio ao esterno e á coluna vertebral, mantendo o coração na parte superior da cavidade torácica.

Em cada batimento o coração envia 5 a 8 ml de sangue através da aorta, a maior artéria do corpo humano, de modo que ele atinja os mais finos e distantes vasos sanguíneos.

Após deixar o oxigénio que contém, o sangue entra na circulação venosa, retornando ao e pulmões, onde é de novo oxigenado e dá início a um novo ciclo.

As quatro cavidades do coração estão ligadas por válvulas que fazem fluir o sangue no sentido adequado, o sangue venoso entra na aurícula direita e passa para o ventrículo direito, que o bombeia para os pulmões.

Depois de oxigenado, o sangue passa dos pulmões para a aurícula esquerda e em seguida através da válvula mitral, para o ventrículo esquerdo, que o envia, através da válvula aórtica, para a aorta e a circulação geral.

O corpo de um ser humano adulto contém quase 100 000 km de vasos sanguíneos que lhe fornecem o oxigénio e outros nutrientes e eliminam  o dióxido de carbono e demais resíduos.

O coração faz passar continuamente por esta rede  circulatória um volume de 2,5 biliões de batimentos no decurso de uma vida média, com um descanso nunca superior a uma fracção de segundo entre dois batimentos.

Embora o coração se destine a durar toda uma vida, as doenças cardiovasculares são a principal causa de mortalidade e morbidade nos países mais avançados, o mesmo sucedendo em Portugal.

Calcula-se que mais de 4,5 milhões de portugueses sofram de problemas cardiovasculares, entre os quais avultam a hipertensão arterial e as doenças das artérias coronárias.

As doenças cardiovasculares, epidémicas a nível mundial, são mais relevantes nos países desenvolvidos. São um fenómeno relativamente recente que os especialistas atribuem à conjugação de factores ligados ao estilo de vida (dieta rica em gordura, tabagismo, falta de exercício) e hereditários.

No entanto, acumulam-se as provas de que os ataques cardíacos, os acidentes vasculares cerebrais e outras doenças cardiovasculares podem ser evitados adoptando um estilo de vida equilibrado e saudável. 

 

                                                                                         
 

Não se esqueça, o exercício físico é muito importante para manter um saúdavel

topo